Covid-19: Prefeitura anuncia restrição na circulação de veículos na área central para aumentar taxa de isolamento em Campina.

Bloqueios serão realizados a partir deste sábado, inclusive em feiras públicas, objetivando desestimular a circulação de veículos e pessoas pela cidade em vinte ruas e cruzamentos.

A Prefeitura de Campina Grande, através da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), anunciou nesta quarta-feira, 27, que vai restringir a circulação de veículos na cidade entre o sábado, 30, e quarta-feira, 03 de junho.

A medida estará inserida no novo Decreto Municipal, editado pelo Prefeito Romero Rodrigues, com a antecipação dos feriados dos dias 11 de junho (Corpus Christi), 24 de junho (São João) e 05 de agosto (aniversário da Paraíba), e que ficarão antecipados para os dias 1, 2 e 3 de junho de 2020.

A execução das medidas de restrição do tráfego contará com agentes da STTP, da Guarda Municipal e da Polícia Militar, com bloqueios de vias já a partir das primeiras horas do sábado nos acessos à feira central, feira da Prata, e de ruas do centro da cidade, conforme cronograma de ações definidas durante reunião entre a coordenação de trânsito e superintendência.

De acordo com o superintendente Félix Neto, “a ideia é desestimular a movimentação de pessoas e aumentar a taxa de isolamento, e neste primeiro momento, atingindo as vias de acesso a área central da cidade, que sofrerão os bloqueios e/ou medidas restritivas”, disse o dirigente.

Apesar de a coordenadoria de trânsito da STTP não detalhar quais vias sofrerão os bloqueios e/ou medidas restritivas, para a execução do plano serão montadas barreiras em vinte pontos estratégicos, onde haverá restrição de trânsito de veículos em torno da área central e de feiras públicas.

Ainda, de acordo com o Decreto Municipal, ficam proibidas também as atividades de transportes coletivos e individuais de passageiros do sistema público, incluindo os por aplicativos no mesmo período do feriadão.

Os veículos em deslocamento e que estiverem com passageiros em situação comprovada de emergência para um hospital, ou uma UPA, terão o acesso garantido, como também a quem se dirigir a uma farmácia na área central. Mas, neste caso, a orientação é para que se adquira o medicamento procurando uma loja localizada no seu próprio bairro.

Em caso de descumprimento, o motorista poderá ser multado, conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

Assessoria de Imprensa
27/05/20 20

Quer imprimir esta publicação ?

COMPARTILHAR