Caminhada do Maio Amarelo tem participação de dezenas de pessoas na Avenida JK.

Dezenas de pessoas estiveram reunidas, na tarde desta terça-feira, 12, participando da  Caminhada pela Vida. O evento realizado pela Prefeitura de Campina Grande, por meio da divisão de educação de trânsito da STTP, faz parte das ações alusivas ao ‘Maio Amarelo’, mês escolhido pela ONU para integrar a Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito.

A manifestação ocorrida na Av. Juscelino kubitschek – no Presidente Médice, objetivou sensibilizar os condutores a cultivar atitudes gentis para mais segurança no trânsito. E a iniciativa contou com o apoio dos parceiros do Movimento Maio Amarelo, como a Ong MOPE – Mobilizar para educar, Mexe Campina, CPTRAN, SAMU, 2 BPM, DETRAN, dentre outros.

Além de contar com a sociedade civil organizada, o evento teve a efetiva participação do superintendente da STTP, José Marques Filho. “Precisamos unir esforços para combater a violência no trânsito. A consciência é ainda o principal meio de se evitar barbaridades. E é através dessas ações que percebemos o número de parceiros interessados em abraçar essa causa”, comentou o dirigente.

Também se somaram a manifestação várias lideranças comunitárias, vereadores, membros religiosos, e vários familiares e amigos de vítimas do trânsito, a exemplo de representantes de uma família daquele bairro que perdeu seu patriarca em um acidente de trânsito, em maio do ano passado, quando o senhor Francisco Rilton Nunes Gomes, 52 anos, perdeu a vida, deixando a esposa e três filhos.

Uma das propostas da Caminhada Atenção pela Vida foi de chamar a atenção da para o tema, e desencadear uma ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil em torno de propostas que aperfeiçoem as políticas de trânsito, objetivando reduzir as estatísticas de mortes e acidentes.

“Todos aqui estão compromissados na luta para baixar esses índices assustadores de mortes no trânsito, nos conscientizando de que todos juntos conseguiremos fazer, através de ações educativas e nas mudanças de comportamento”, comentou Lígia Cristina, viúva do senhor Rilton Nunes, e que foi uma das coordenadoras da manifestação.

O Brasil ocupa a 4ª posição entre os países  que mais registram mortes no trânsito, perde apenas para Índia, China e Nigéria. A cada ano, mais de 40 mil pessoas morrem no Brasil em colisões e atropelamentos. O índice de mortes é de 23 para cada 100 mil habitantes. Na Paraíba foram registrados 356 óbitos, conforme dados do Datasus 2014.

A Caminha pela Vida teve bastante adesão da população, clamando paz, por um trânsito mais humano e pela vontade de não haver mais acidentes, de andar com segurança pelas calçadas e pelas vias do bairro Presidente Médici.

Os participantes usaram roupa branca com acessórios em amarelo, cor que simboliza atenção no trânsito. Todo o evento foi acompanhado por equipes de agentes de trânsito da STTP e da CPTRAN, que monitoraram a área para um percurso seguro. No final da caminhada, também aconteceu um momento ecumênico celebrando a vida.

imagens da caminhada, acesse: https://www.facebook.com/maioamarelosttp

 

 

Assessoria de Imprensa
12/05/15

Quer imprimir esta publicação ?

COMPARTILHAR