Em São Paulo Superintendente da STTP cumpre agenda administrativa e é recebido por Secretária de Governo do Estado que apresenta as ações do “Planejamento estratégico para redução de acidentes”.

O Superintendente da STTP, Félix Neto, está participando de viagem técnica à Cidade de São Paulo onde tem participado de vários encontros e reuniões de interesse da autarquia Campinense.

Na tarde desta quinta-feira, o dirigente foi recebido, no Palácio dos Bandeirantes, pela Secretária de Governo de São Paulo, Dra. Silvia Maria de Lisboa e pelo sub secretário de ações estratégicas, Dr. Evandro Caramaschi, para conhecer o “planejamento estratégico para redução de acidentes”, criado pelo pelo Movimento Paulista de Segurança de Trânsito.

Na ocasião, estavam presentes o presidente do Focotran (Fórum Nacional de Conselheiros de Trânsito), Horácio Melo (Goiás), os conselheiros Vilmar Zimmermann (Santa Catarina), Frederico Arantes (São Paulo), e o gerente de trânsito da STTP, Daniel Oliveira.

Para Félix Neto, o planejamento estratégico para redução de acidentes de São Paulo, é  um excelente modelo para Campina. “Realmente a proposta é muito interessante, e vamos replica-lo através de ações pela STTP”, disse o superintendente.

Inspirado na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020)”, da Organização das Nações Unidas (ONU), o Governo do Estado de São Paulo criou o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e o Programa Siga Seguro, ambos com objetivo de reduzir pela metade o número de vítimas fatais no trânsito de estado de São Paulo até 2020.

Ainda em São Paulo, Félix Neto também participou de reunião de diretoria do CETRAN (Conselho Estadual de Trânsito),  a convite do presidente Frederico Pierotti Arantes, para discutir sobre minutas de revisão das Resoluções 560, 688 e 709 do Contran.

Infosiga e Infomapa SP – Na oportunidade, também foi apresentado o “Infosiga SP” – uma ferramenta inédita no país, através de um banco de dados que reúne informações de acidentes de diversas fontes, como as policias civil, militar e PRF, que é atualizado mensalmente, fornecendo dados de faixa etária e gênero da vitima, tipo de veículo envolvido e perfil do acidente.

Outra solução, apresentada ao superintendente Félix Neto, é o Infomapa, aplicação que traz a posição geográfica das ocorrencia com vitimas fatais no estado. Nele é possível ver a localização dos acidente com automóveis, motocicletas, pedestres, ônibus, caminhões, bicicletas e ouros que causaram mortes, com indicações de faixa etária da vitima, o período que aconteceu o acidente (manhã, tarde ou noite) e o tipo de ocorrência.

Na agenda do superintendente Félix Neto também consta de visita a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo – CET/SP, e de uma reunião com o Secretário de Transportes e Mobilidade Urbana da cidade de São Paulo, Sérgio Avelleda.

Assessoria de Imprensa
09/03/18

Quer imprimir esta publicação ?

COMPARTILHAR