Superintendente da STTP esclarece que reajuste de tarifa no sistema de mototáxi ainda não foi homologado.

 

Com o objetivo de coibir a extorsão por parte de alguns mototaxistas da cidade aos seus usuários, a Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da gerência de transportes da STTP, está reforçando nos meios de comunicação o verdadeiro valor da tarifa em vigor para o serviço de mototáxi cadastrado, e que atualmente está fixada no valor de R$ 5,00, (cinco reais), para os dias úteis, e R$ 6,00 valor para o período da noite, aos sábados, domingos e feriados.

 

Nos últimos dias foram constatadas várias denuncias de cobranças indevidas dessa tarifa, sem a autorização da STTP. De acordo com Félix Araújo Neto, Superintendente, as pessoas que se sentirem lesadas devem comunicar ao órgaõ, informando o número do mototaxista, que está na localizado na jaqueta, na moto e até mesmo no capacete, para que sejam tomadas as providências cabíveis.

 

O motivo alegado por alguns mototaxistas para o aumento inesperado da tarifa ocorre pelo fato de que os mesmos fazem parte do sistema de transporte público individual de passageiros, e o sindicato da categoria já havia solicitado um reajuste da tarifa, sendo aprovada pelo COMUTP – Conselho Municipal de Transporte Público. A STTP informa que é abusivo a cobrança da tarifa sem a autorização municipal. “até o momento o prefeito ainda não homologou o valor sugerido pelo Conselho. Por tanto, continua valendo a tarifa de R$ 5,00 para toda a zona urbana, e para os distritos, o valor deverá ser acordado antecipadamente entre o permissionário e o passageiro antes da viagem, evitando transtornos para os mesmos”, disse Félix Neto.

 

O dirigente adverte ainda que a sociedade identifique, e se habitue para a utilização apenas dos mototaxistas cadastrado junto ao órgão, pois eles proporcionam segurança e estão completamente legalizados, podendo ser controlados pela autarquia, diferentemente dos mototaxistas clandestinos (ilegais).

 

O mototáxi regulamentado pela STTP pode ser facilmente identificado através da moto branca, com placa de aluguel (vermelha), contendo o número de cadastro igual na sua moto, colete e nos capacetes brancos. Para outras informações adicionais, a população tem à disposição o número 3341.1517, ou o site www.sttpcg.com.br.

 

 

Assessoria de Imprensa

10/11/2015

Quer imprimir esta publicação ?

COMPARTILHAR